PARA SUGESTÕES & ANÚNCIOS

© 2008  RPG Planet | Tchelo e Lina Pascon.

 Desenvolvido por Webcraft Comunicação Ltda.

Notícias!

RPG Planet vai marcar presença no lançamento da versão brasileira de D&D 5E
Conheça os Locathah, nova raça jogável de D&D 5E
Vampiro: A Máscara 5ª edição vai chegar ao Brasil pela Galápagos Jogos
Show More

Fórum

Set 10

Jogadores fora de Foco.

3 comentários

Olá Pessoal, eu mestro uma mesa de D&D 5e para um grupo de amigos já faz uns 6 finais de semana, um dos jogadores tomou um rumo maligno e está viajando sozinho, o resto da mesa não sabe o que fazer estão ficando na cidade fazendo coisas aleatórias e não procuram se aprofundar na história do RPG, quando a sessão acaba eles ainda reclamam que não teve combate.

O que devo fazer?

Set 14Editado: Set 16

O "jogador que tomou um rumo maligno" é algo que vc deve conversar fora do jogo ou antes da campanha (proibindo p.ex. personagens malignos numa campanha não-maligna). As duas coisas mostram que ele não tá sabendo "trabalhar em equipe" e esse tipo de coisa é muito tóxica. Talvez conversando resolva - se não resolver talvez precise cortar do grupo. Os outros: seu grupo parece preferir ação. Talvez você tenha que se adaptar a isso, criando uma aventura mais "hack and slash" (com mais combates), e ir criando a história do rpg no meio dos combates. P.ex - para chegar no monstro do calabouço que tem o tesouro, precisam passar por charadas e testes que mostram um pouco da história que criou para o mundo. Note que às vezes o pedido de mais "combate" pode tb ser traduzido como "maior participação/papel". É crucial que a história seja construída COM os jogadores, eles são os protagonistas. Cuidado pra não criar tanta história de mundo/npcs que vc coloca eles como coadjuvantes ou plateia.

Fica uma dica que talvez torne as coisas mais complicadas para vc, mas acredito que seria interessante para a mesa, caso vc queira por um fim na aventura ( Ou simplesmente por um fim nessa divisão do grupo). O jogador maligno poderia se tornar um possível inimigo final, fazendo assim uma batalha entre players, vc coloca alguns npcs para auxiliar o outro jogador.. e pimba um PvP dentro da sua aventura. Acho que é valido vc aproveita esse gancho que estão lhe dando na historia.

 

Abraço e Boas aventuras!

Se gostou da dica da um confere no meu canal. É um canal pequeno mas eu costumo postar dicas que testei em minhas mesas.

https://www.youtube.com/channel/UCqB1vt9cpvlJm80X6lJjJnw

Posts Mais Recentes
  • Douglas Galdino
    há 7 horas

    Olá , sou novo no cenário do rpg e queria ter essa dúvida esclarecida! Agradeço desde já
  • Prezados, bom dia. Estou para iniciar uma campanha de Descent into Avernus e na minha rolagem de atributo acabei tendo duas "melhores" opções para um paladino. Inteligencia 7 Sabedoria 14 ou Inteligencia 13 Sabedoria 8. No entanto, tenho dificuldade de imaginar como seria interpretar um personagem com os atributos desta forma. Alguem poderia me dar uma ideia?
  • Estou jogando uma mesa com somente um amigo (minha namorada está mestrando), só que ele não parece nada animado com o rpg. A ambientação foi muito legal e teve todo um processo de backstory antes de começar o rpg. Só que esse amigo meu não criou uma história para o próprio personagem (disse que o personagem dele perdeu a memória). Eu tentei incentivar ele a pensar em coisas gerais do mundo que nós três criamos, mas ele também não quis. Durante a primeira sessão, a mestre fez algumas interações com ele, mas ele se mostrou muito fechado. Até mesmo com interação entre personagens. Eu entendo que alguns jogadores preferem não fazer o roleplay. O que me incomoda é o desinteresse dele de criar qualquer coisa relacionado ao personagem dele. Parece que ele só está lá para rolar dados. Obs.: Eu já joguei com ele antes e ele não era assim. Conversei com ele sobre isso e a única coisa que ele me disse foi que não gostava dessa parte de roleplay. O que eu posso fazer para ajudar ele?