PARA SUGESTÕES & ANÚNCIOS

© 2008  RPG Planet | Tchelo e Lina Pascon.

 Desenvolvido por Webcraft Comunicação Ltda.

Notícias!

Forbidden Lands: 50% financiado em 24 horas
RPG Planet vai marcar presença no lançamento da versão brasileira de D&D 5E
Conheça os Locathah, nova raça jogável de D&D 5E
Show More

Fórum

Jan 23

Uma duvida de um mestre iniciante.

4 comentários

Como um mestre iniciante , gostaria de apelar a sabedoria dos mais experientes com uma questão que me surgiu durante meus estudos para mestrar: " é muita presunção criar uma campanha inteira logo na minha primeira mesa? não seria melhor apenas utilizar um mundo que ja conheço?"

Mai 3

Não é problema começar logo de cara com um cenário próprio. Mas comece devagar. Faça um esboço de como é o mundo, mas deixe bem curto. Não se preocupe em criar tudo de uma vez. Comece com os detalhes, intrigas, NPCs e criaturas que rondam uma área pequena. Como uma vila e suas cercanias. Aos poucos, conforme o jogo progredir, vá aumentando o escopo da história e crie seu mundo enquanto a campanha já estiver acontecendo. Isso vai impedir que você perca tempo criando enormes porções da campanha que podem nunca serem vistos pelos jogadores e ainda permite que você mescle suas ideais com os anseios dos jogadores.

@Tchelo comecei a jogar recentemente e minha primeira campanha foi logo como mestre, prq assisti todos os videos sobre monstros do canal e a cada video me vinha uma ideia diferente. Mas toda vez que eu pensava em algo, eu conseguia imaginar duas ou mais aventuras interligadas e nos dias de hoje acabei perdendo o controle... kkkkkkkkkk não que eu esteja achando ruim ou complicado (pelo menos não ainda kkkkkk) mas acabei criando um mundo absurdamente grande envolvendo vários de seus videos... não sei se isso vai me prejudicar lá na frente, mas por enquanto meus jogadores gostaram do que foi apresentado, apesar de alguns errinhos de iniciante... De qualquer forma, mesmo com essa estória absurdamente gigantesca, sempre deixo espaços vazios pra preencher com possíveis ideias novas que surjam (o que acontece todo dia aqui na minha cabeça kkkkkkk) ou possíveis comentarios e ações dos jogadores. Basicamente se trata de um mundo aberto... mas pensei vários passos a frente deles e meio que coloquei "gatilhos" pra ativar as aventuras... sou fanático por videogames e metade das minhas ideias vem da mecânica deles. Então a cada passo que eles dão, pode ou não acontecer de eles toparem com alguma coisa que pensei... caso não aconteça e for uma aventura ou missão secundária que eu gostaria muito que acontecesse, eu tento novamente mais lá na frente, sem esquecer de adaptar e de proporcionar uma experiência maravilhosa pros meus jogadores, claro!

 

Falei tudo isso meio que por acidente kkkkkkkkkkk mas tudo isso que sou capaz nesse jogo, incluindo minha imaginação, que AINDA BEM que é extremamente fértil, é graças ao seu canal e as suas dicas.

 

Muito Obrigado por tudo e desejo que continue sempre com esse trabalho maravilhoso! Vc e a Lina são os melhores!

 

Forte Abraço!

Ago 23

@alex lima de souza valeu Alex! Com o tempo você consegue balancear quando é a hora de apresentar novos desafios. Pegar inspiração de games e filmes também ajuda muito. Bons jogos!

Minha dica é começar pequeno. Crie inicialmente uma vila ou cidade de tamanho medio, uma ou duas masmorras ao redor e o tipo de ambiente. Conforme o jogo for evoluindo naturalmente adicione cidades maiores, intrigas politicas, castelos, megadungeons, reinos, continentes, mundos e etc. faça com que o avanço seja organico. Dê liberdade aos seus jogadores e se permita improvizar.

Posts Mais Recentes
  • Douglas Galdino
    há 6 dias

    Olá , sou novo no cenário do rpg e queria ter essa dúvida esclarecida! Agradeço desde já
  • Prezados, bom dia. Estou para iniciar uma campanha de Descent into Avernus e na minha rolagem de atributo acabei tendo duas "melhores" opções para um paladino. Inteligencia 7 Sabedoria 14 ou Inteligencia 13 Sabedoria 8. No entanto, tenho dificuldade de imaginar como seria interpretar um personagem com os atributos desta forma. Alguem poderia me dar uma ideia?
  • Estou jogando uma mesa com somente um amigo (minha namorada está mestrando), só que ele não parece nada animado com o rpg. A ambientação foi muito legal e teve todo um processo de backstory antes de começar o rpg. Só que esse amigo meu não criou uma história para o próprio personagem (disse que o personagem dele perdeu a memória). Eu tentei incentivar ele a pensar em coisas gerais do mundo que nós três criamos, mas ele também não quis. Durante a primeira sessão, a mestre fez algumas interações com ele, mas ele se mostrou muito fechado. Até mesmo com interação entre personagens. Eu entendo que alguns jogadores preferem não fazer o roleplay. O que me incomoda é o desinteresse dele de criar qualquer coisa relacionado ao personagem dele. Parece que ele só está lá para rolar dados. Obs.: Eu já joguei com ele antes e ele não era assim. Conversei com ele sobre isso e a única coisa que ele me disse foi que não gostava dessa parte de roleplay. O que eu posso fazer para ajudar ele?