PARA SUGESTÕES & ANÚNCIOS

© 2008  RPG Planet | Tchelo e Lina Pascon.

 Desenvolvido por Webcraft Comunicação Ltda.

Notícias!

RPG Planet vai marcar presença no lançamento da versão brasileira de D&D 5E
Conheça os Locathah, nova raça jogável de D&D 5E
Vampiro: A Máscara 5ª edição vai chegar ao Brasil pela Galápagos Jogos
Show More

Fórum

Set 7

Poções

5 comentários

Druida com kit de herbalismo pode criar poções, inclusive de cura?

Dependendo da complexidade sim. O Herbalismo é otimo para fazer poções, pricipalmente de cura, mas algumas poções mais avançadas e poderosas exigem o kit de alquimista.

Eu estava pensando em usar as magias Create or Destroy Water, Goodberry e Produce Flame e o Kit de Herbalismo para criar uma poção que dá pontos de vida temporários.

@Ricardo Miranda Acho que uma poção de pontos de vida temporarios, dependendo de quantos pontos sejam (tipo, não mais q 2d4) é de boa se usar o kit de herbalismo. Converse com seu DM e veja qual a opinião dele sobre.

Set 17
Melhor Comentário

Poções de cura são itens mágicos. Considera-se, no balanceamento do sistema, que itens mágicos sejam raros na 5a edição, e permitir a fácil fabricação/compra/venda deles pode desequilibrar o jogo. Se for permitir que criem/comprem itens mágicos, recomendo concentrar-se em consumíveis como pergaminhos/poções ao invés de itens permanentes, evitando particularmente itens permanentes com bonus numéricos de AC/acerto/dano (armas, armaduras).

 

Isso dito, *primeiro* você precisa de uma lista de preços decente. Essa é preparada por fãs (#homebrew) e faz sentido em grande parte, ao contrário da precificação terrível e arbitrária do DMG.

 

- https://drive.google.com/file/d/0B8XAiXpOfz9cMWt1RTBicmpmUDg/view

 

PS: A RedeRPG traduziu o pdf e tem uma versão em português no site deles - http://www.rederpg.com.br/2016/12/22/dd-5a-edicao-os-precos-dos-itens-magicos-do-dungeon-masters-guide/

 

Aí, uma vez equipado com uma lista decente de preços, vc precisa decidir quão fácil é construi-los, e se vc quer alterar a quantidade de GP em materiais por dia que se pode gastar, quem sabe fazer isso, etc. A primeira possibilidade é usar o processo descrito rapidamente no DMG na página 129.

 

A segunda possibilidade é usar o Unearthed Arcana que saiu de Downtime Activities (e a regra aparece tb revisada no Xanathar's Guide to Everything):

https://media.wizards.com/2017/dnd/downloads/UA_Downtime.pdf e versão traduzida - https://www.rederpg.com.br/wp/wp-content/uploads/2017/07/UA-Tempo-Livre.pdf

 

Eu acho as regras, mesmo as do UA, muito proibitivas para esse tipo de coisa - ninguém vai querer parar uma aventura por semanas para fazer um item como um pergaminho, p.ex. ou poção, trabalhando 8 horas por dia sem fazer mais nada.

 

Uma sugestão: permitir que o mago (ou ártifice, alquimista, ou herbalista, etc.) gaste um pouco dos seus descansos curtos/longos por dia (p.ex, quando ele está de guarda) trabalhando na criação de itens mais simples (talvez reduzindo a passive perception dele por estar distraído), gastando, p.ex., 30 GP em materiais por "dia" de trabalho - e vc pode ajustar esse valor diário para facilitar/dificultar se quiser. Usando os preços do sane_magical_prices, claro. Em quatro noites, daria para preparar (usando 30 gp por dia) um pergaminho de magia de nível 2. Isso já é bem razoável.

 

Lembrando, claro, que vc precisa decidir qual a relação entre custo/preço de mercado. O usual é 50% (então custaria 15 GP para cada 30 GP em progresso no exemplo acima).

 

Ps: lembre que pode ser interessante incorporar materiais especiais na sua campanha que sejam úteis para a criação de itens mágicos, dando ganchos interessantes para quests ou incrementando a recompensa por derrotar certas criaturas. P.ex, a essência destilada de um elemental da água pode ser útil para criar uma espada com encantamento de gelo (que diminua a velocidade de um inimigo, p.ex), ou o olho de um beholder pode ser usado para um item que proteja contra magias. Esse site criou uma lista de receitas para os itens do DMG - http://blogofholding.com/?p=7241.

 

Ps2: Pode ser interessante incorporar a tabela de complicações do Xanathar, talvez adaptando para uma certa quantidade de dias ao invés apenas de semanas.

 

Ps3: Caso vc queira tornar a comercialização mais comum no seu mundo, tem um cara chamado Rafael Castelo Branco que criou um pequeno guia para comercialização de itens baseado na geografia/tamanho da cidade, disponível para download "pague o quanto quiser" no DM's Guild: https://www.dmsguild.com/product/243320/Oficina-do-Castelo--Itens-Magicos

Especificamente para herbalismo, fizeram esse suplemento homebrew tb que talvez seu DM tenha interesse em implementar contigo - https://drive.google.com/file/d/0B7CIGCMCtoETVmhDNEZMbUVweTg/view

Posts Mais Recentes
  • No D&D 5E Digamos que eu seja um ladino e use duas adagas, quando eu rolar o ataque com minha ação e ação bônus, posso usar a soma da proficiência no acerto do ataque da segunda mão? Sei que não posso usar o modificador no dano, mas não achei no livro se eu posso ou não usar a soma da proficiência no acerto da segunda mão.
  • Pessoal queria saber neste trecho se o patrulheiros ganha vantagem na iniciativa só quando atacado ou e em todas as lutas? Explorador Nato Você é um mestre em navegar pela natureza, e você reage de forma rápida e decisiva quando atacado. Esta característica lhe fornece os seguintes benefícios:  Você ignora terrenos acidentados.  Você tem vantagem em jogadas de iniciativa.  No seu primeiro turno de combate, você tem vantagem em jogadas de ataque contra criaturas que ainda não fizeram nenhuma ação
  • Olá pessoal! Todas as magias de destruição do paladino funcional do mesmo modo ?