PARA SUGESTÕES & ANÚNCIOS

© 2008  RPG Planet | Tchelo e Lina Pascon.

 Desenvolvido por Webcraft Comunicação Ltda.

Notícias!

RPG Planet vai marcar presença no lançamento da versão brasileira de D&D 5E
Conheça os Locathah, nova raça jogável de D&D 5E
Vampiro: A Máscara 5ª edição vai chegar ao Brasil pela Galápagos Jogos
Show More

Fórum

23 de Dez de 2017

Varias Duvidas

1 comentários

Saudações a todos venho ate vocês com algumas duvidas, a repreensão infernal como funciona e a outra duvida minha é como funciona a reação.

Obrigado pela atenção.

23 de Dez de 2017Editado: 23 de Dez de 2017

Primeiro, quanto à estrutura de um turno:

 

Durante uma rodada (6 segundos), que inclui o turno de cada criatura envolvida no combate, cada personagem tem, no seu turno, movimento, ação (que pode ser usada para atacar, p.ex) e, se tiver alguma habilidade/magia que possa ser usada em ação bonus, uma ação bonus. A fúria do bárbaro é um exemplo de habilidade que usa essa ação bonus. Existe também a reação, que acontece depois de um gatilho, e pode ocorrer durante o turno de outras criaturas. O ataque de oportunidade quando alguém sai da sua área de ameaça é um exemplo de uso da reação.

Repreensão Infernal também usa sua reação - especificamente, quando alguma criatura a até 60 ft (18 metros) que você pode ver causa dano a você - nesse momento, vc pode usar sua reação para conjurar Repreensão Infernal.

 

Segundo, quanto a tipos de magia:

 

Magias têm 3 tipos básicos, a descrição de cada uma vai te dizer qual se encaixa:

 

1 - Funciona automaticamente, ou com certas condições. Conjurou, aconteceu.

Um exemplo é o truque Luz. Não existe teste - você gastou uma ação para fazer a magia, a luz está lá.

É claro que isso não funciona em caso de áreas antimagia, pode ser anulada por contramágica, essas coisas, mas isso vale para qualquer magia.

 

2 - O conjurador rola um spell attack - rola d20 e soma seu spell attack bonus (modificador do atributo de conjuração+proficiência) para acertar a AC do alvo.

Acertou (total igual ou maior), rola o dano.

O truque Firebolt é um exemplo desse tipo de magia.

Note que, como qualquer outro ataque, um 20 no dado é um crítico - acerta automaticamente e dobra todos os dados de dano.

 

3 - Ela é resistida pelo(s) alvo(s) com um saving throw.

O DC de magia, o número que precisa ser conseguido no save do alvo, é 8+mod do atributo de conjuração+proficiência do conjurador, e o atributo usado no save é definido pela magia.

Exemplo: Fireball é resistida por um saving throw de dex dos alvos na área de efeito. Se o mago que conjurou a bola de fogo está no nível 5 e tem inteligência 16, a dificuldade desse save é 14 (8+3+3).

Em boa parte dos casos, o alvo passar no save (rolar total igual ou maior) significa que toma metade do dano - a magia vai dizer.

 

Repreensão Infernal é do terceiro tipo: ela é resistida com um "saving throw" de destreza da criatura que causou dano a você (em quem você conjurou a magia) - seu DM é que vai rolar isso para a criatura - a dificuldade é 8+o seu modificador de conjuração (p.ex, se for um bruxo com carisma 16, seu modificador é +3) + seu bonus de proficiência (se tiver, p.ex,nível 5, isso também é +3). Nesse exemplo a criatura teria que rolar 14 ou mais - se conseguir, leva metade do dano, se não leva o dano todo (2d10 de fogo, se usar um espaço de 1o nível).

 

Posts Mais Recentes