PARA SUGESTÕES & ANÚNCIOS

© 2008  RPG Planet | Tchelo e Lina Pascon.

 Desenvolvido por Webcraft Comunicação Ltda.

Notícias!

RPG Planet vai marcar presença no lançamento da versão brasileira de D&D 5E
Conheça os Locathah, nova raça jogável de D&D 5E
Vampiro: A Máscara 5ª edição vai chegar ao Brasil pela Galápagos Jogos
Show More

Fórum

Ago 18

Fazer algo melhor

4 comentários

Mestrei para meus amigos a one shot, e acabou que eles gostaram bastante e resolveram que queriam continuar, jogamos outra ontem, foi muito divertido porém estou em uma situação um pouco complicada.

Eles estão indo para uma estranha tempestade que nunca acaba no meio do mar, onde ninguém sabe o que tem no centro dela, estão pela recompensa pois o pirata Jack perdeu um de seus navios lá e se eles recuperarem algum pertence dele, em especial sua armadura ele lhes dará algo em troca, quem sabe uma parte do recuperado (e sim ele lhes dará algo, quem sabe se torne um PdM importante depois), mas na história de um dos personagens, seu tio mata seu pai e seus irmãos e o marca com uma "tatuagem" de ferro quente, que é uma caveira, e eu fiz que alguns PdM´s piratas desconhecidos também a possuem, não sei o que fazer sobre a tatuagem, quem sabe o tio dele pertence a algum grupo pirata e esses que foram marcados são possiveis alvos, tipo, marcados para morrer, algo assim.

E outro, o paladino do grupo tem um escaravelho morto que achou quando matava hereges de uma vila, uma bugiganga.

Alguem pode me ajudar sobre a tatuagem e o tia do cara (um meio-orc) e o escaravelho morto, quem sabe uma recompensa divina de seu Deus, ou talvez um objeto amaldiçoado, algo ruim, por que esse paladino é bem descarado, tem esse lado obscuro, um possivel paladino renegado kskkssk.

E também sobre a tempestade, pensei num clichê, uma ilha que ninguém sabia que existia, eles chegam lá e talvez uma criatura tenha criado a tempestade para se proteger, ou um item que amaldiçoou aquele lugar.

Qualquer coisa ajudaria, obrigadoo

Que bom que os jogadores gostaram da historia que você narrou.

Quanto a tia do meio-orc e a tatuagem eu não entendi direito oq aconteceu.

Quanto ao escaravelho do paladino, você pode fazer que o item conceda um bonus muito absurdo, mas aos poucos arrasta o alinhamento dele(a) para Caotico e Mal, então vc pode fazer uma missão para que se encontre um mago ou clerigo poderoso que possa remover a maldição do itme, mas tirar qualquers bonus antes existentes, quase que um dilema moral. E se ele(a) tentar jogar o escaravelho fora, faça com que a maldição o fassa voltar.

Quanto a ilha com tempestade que nunca vai embora, eu pensei em algo como um Leal e Bom porem tiranico Dragão de Bronze Ancião que decidiu cercar sua ilha de pessoas Leais e Boas com a tempestade para que nenhum mal se aproxime da ilha (procura depois o video What They Don't Tell You About Bronze Dragons no you tube, tirei essa ideia dai).

Gostaria de ter ajudado mais, mas correu muita coisa nessas duas sessões, ta dificil para um externo entender.

Li novamente, vou tentar ajudar mais um pouco. Seguindo a ideia do Dragão de Bronze anterior:

As lendas falam que muitas coisas podem existir no meio da tempestade, alguns marinheiros conseguem passar por lá, mas nunca piratas; já que o dragão de bronze destroi todos os navios piratas. O tio do personagem era o primeiro oficial do navio do falecido pai e o matou para tomar a embarcação e a tripulação dele. Marcando o sobrinho com a marca de uma das mais perigosas companhias de piratas, o sobrinho passa a ser caçado por autoridades de uma terra distante (corçarios) (o tio tem a mesma marca em lugar discreto).

Passando pela tempestade o dragão os interpreta como piratas e destroi a embarcação. Os aventureiros acabam nessa ilha paradiziaca cercada por tempestade, onde é o local ideal para a vida de um personagem leal e bom. O grupo é aceito pela população da ilha, mas qualquer atitude não muito leal ou não muito boa os fará serem presoso e executados. Se isso ocorrer eles precisam dar um jeito de fugir e sair da ilha antes que o dragão os perceba.

Pelo que vocês falaram, daria pra por que seu tio, quem sabe alguns outros piratas, e alguma criatura mais forte tem uma aliança e estão buscando ou fazendo algo nesse lugar, pode ser um objeto perdido ou algum item mágico, talvez um lugar perdido ou coisa do gênero, e estão escravizando outras criaturas e a tempestade serve para manter longe os olhos curiosos, poderia ser um torre muito antiga de um mago que se esqueceu com o tempo, com muitos livros e artefatos dentro, ou um portal no estilo Moana, ou algo assim.

Sobre a tatuagem, você falando de barcos/piratas e aventuras em alto mar, me lembrou na hora da Kraken Society, uma sociedade poderosa de Forgotten Relms.

 

Apesar de você já ter falado que é uma caveira e o simbolo da Kraken Society ser uma "lula", você pode colocar algum elemento de roleplay que revele a eles que a tatuagem parece uma caveira, mas se vista invertida, na frente de um espelho ou em contato com algum item mágico ela mostra sua "verdadeira" forma. Esta sociedade tem contexto que daria uma aventura até grande e acho que tem muito em comum com o que você esta propondo. Segue links com material para leitura:

 

https://forgottenrealms.fandom.com/wiki/Kraken_Society

 

http://aventureirosdosreinos.com/sociedade-do-kraken/

 

 

 

Posts Mais Recentes
  • Vou mestrar em algumas horas, e ainda nao tive inspiração pra criar. Alguem poderia me dar algo pra utilizar, talvez algo que usaram em sessão ou dica. Obg
  • Eu sou um mestre novo, mestrei umas 3 campanhas anteriores que duraram apenas 1 sessão kkkk. Achei um mapa pronto na internet e já consegui pensar em alguma coisas pro cenário: A aventura vai começar em uma taverna chamada Bárbaro Rastejante na cidade de Surothel, durante uma festa a filha do taverneiro é assassinada por um Doppelgänger que é um assassino de aluguel famoso no continente inteiro. A filha do taverneiro ia herdar um cajado mágico de sua tia, esse cajado aponta um grande tesouro, quando um herdeiro de alguma herança é morto, é tido como tradição um campeonato em um coliseu e o vencedor ganha a herança. Quem contratou o assassino foi um nobre que a muitos anos atrás teve um caso com a tia da herdeira, ele descobriu sobre a herança e matou a amante e sua herdeira com o objetivo de ganhar a batalha no coliseu e assim ficar com a herança. Os PJ's vão ser contratados pelo taverneiro para descobrir quem matou sua filha e o por quê. Até agora eu pensei nisso, eu queria pedir ajuda sobre como prosseguir a história a seguir, algumas ideias de cenário, NPC's e qualquer comentário sobre a aventura. Obrigado.
  • Fala pessoal, Uns meses atrás eu decidi narrar minha primeira aventura. E apesar de já ter lido livros de aventuras prontas, eu preferi criar minha própria. A ideia da aventura: Aventureiros que se conhecem (ou não) estão em uma taverna ou descansando a beira da estrada, quando uma tempestade de neve muito forte quebra a paz do lugar, trazendo terror e desespero para todos. Essa tempestade traz um exército de esqueletos com ela e os aventureiros tem que sobreviver, além do combate, ao frio incomum daquela tempestade. Essa tempestade é resultado de uma magia muito poderosa, lançada por um lich que deseja tornar o mundo uma necrópole. Ele fez isso a mando de um lorde demônio de ums dos nove infernos. Eu consegui narrar as primeiras 3 sessões. Só que depois disso eu fiquei sem ideias de como fazer os jogadores avançarem na história. Eu pesquisei várias coisas sobre forgotten realms, no local onde eles tinham conseguido abrigo, mas só tive a ideia depois que já tinha cancelado o rpg... Vocês podem me ajudar com alguma ideia sobre como evoluir os personagens até eles terem capacidade de matar um lich, dando aos jogadores aquela sensação de que a cada passo que eles dão, ficam cada vez mais perto do embate que pode custar as vidas, não somente deles, mas de todo o mundo?